Pedro Magalhães

Margens de Erro

Cinco anos amanhã

Posted March 19th, 2008 at 4:45 pm4 Comments


by Pedro Magalhães

Obama e o Pastor

Posted March 19th, 2008 at 2:55 pm4 Comments

A história é conhecida: divulgadas as declarações do padre da paróquia onde Obama pertence, Obama distanciou-se do conteúdo, mas não da personagem. Em que ficámos? A CBS tem uma sondagem. A maioria diz não ter mudado de opinião sobre Obama. Entre os que mudaram, a mudança é negativa, mas é difícil dizer que isto produz efeitos relevantes. Entre os Democratas, ainda fez menos diferença.

E no entanto:

A tendência já vinha de trás. Mas a sondagem Rasmussen mais recente tem más notícias para Obama.

by Pedro Magalhães

May Boris be With You

Posted March 19th, 2008 at 1:21 pm4 Comments

E em Maio, a Câmara de Londres. Boris Johnson, MP, partiu de trás mas está neste momento à frente nas sondagens, em parte, sem dúvida, devido ao apoio dos motociclistas e aos feridos da Guerra do Iraque.Quatro anos de divertimento garantido, é o que é.

by Pedro Magalhães

Itália

Posted March 19th, 2008 at 12:24 pm4 Comments

A 13 de Abril haverá eleições legislativas em Itália, dois anos depois das últimas, ganhas por uma unha negra pela Unione liderada por Prodi. Mas a coligação mal resistiu em 2007 a uma votação sobre o envio de mais tropas para o Afeganistão, um mero sintoma, de resto, de problemas muito mais profundos, que se confirmaram na derrota na moção de confiança em Janeiro passado.

Desta vez é Berlusconi contra Walter Veltroni, líder do Partido Democrático. Veltroni quebrou a coligação e reconstituiu um outra, em versão reduzida, desta vez com os Radicais e a o partido de Di Pietro. Os comunistas e os verdes fizeram a sua própria coligação, La Sinistra - L'Arcobaleno (é bonito). Berlusconi lidera um partido de designação não menos encantadora: Popolo delle Libertá. Nem vou fazer de conta que percebo um décimo desta confusão e do que está por detrás dela.

Mas há sondagens, todas depositadas aqui. Há 16 sondagens até agora neste mês de Março. A soma das percentagens do PD (Veltroni)+IV (Di Pietro) anda, em média das sondagens realizadas em Março, pelos 36,7%, enquanto a média da soma das percentagens do PdL, Liga Norte e MPA (a coligação Berlusconi) anda pelos 43,9%. Tudo muito estável. No Economist, sofre-se:

The Economist Intelligence Unit now expects Silvio Berlusconi to be Italy's next prime minister. His coalition is still largely intact, which means he is likely to win the bonus seats under the existing electoral laws. His government is likely to be at least as unstable and ineffective as his previous one (2001-06), which did little to reform the economy.

Pois.

by Pedro Magalhães

Espanha

Posted March 10th, 2008 at 1:48 pm4 Comments

Um vírus (não informático) ou outro bicharoco qualquer que atacou metade da família (a minha metade) nos últimos dias impediu-me de dar a justa atenção ao caso das eleições espanholas. Constato, contudo, que do ponto de vista dos resultados, acabou por não suceder nada que obrigasse a uma revisão disto. E que do ponto de vista da sua interpretação política, não aconteceu nada que me leve a rever isto. O PP não parece ter perdido tanto como merecia, ou tanto como precisava, para se poder renovar e abrir espaço para figuras como esta. Mas vamos ver os próximos dias: pode ser que me engane.

P.S.- Nos órgãos de comunicação social portugueses, a precipitação habitual quando se trata de interpretar as sondagens estrangeiras. De que parlamento com menos de 350 deputados estavam a falar as pessoas que escreveram isto ou isto?

by Pedro Magalhães

Famílias

Posted March 5th, 2008 at 6:51 pm4 Comments

Das duas uma: ou depois de quatro anos a escrever nos jornais ainda ninguém faz a mais pequena ideia sobre qual é a minha"família" política; ou esse é um assunto que não interessa a ninguém. Inclino-me para a segunda hipótese.

by Pedro Magalhães

Clinton

Posted March 5th, 2008 at 11:59 am4 Comments

O meu dedinho, que se bem se recordam tem em risco a sua ligação à minha mão à conta de uma previsão apressada, respirou de alívio, pelo menos para já. Clinton ganhou TX, OH e RI, e tem apenas menos 300.000 votos e 130 delegados que Obama. Tem-se dito que os superdelegados - que, já se sabe, vão ser decisivos -votarão com a maioria. Certo. Mas a maioria de quê: votos ou delegados eleitos?

by Pedro Magalhães

Transferência

Posted March 5th, 2008 at 12:59 am4 Comments

Nas próximas horas estou aqui.

by Pedro Magalhães

Quem ganhou o debate?

Posted March 4th, 2008 at 4:22 pm4 Comments

Ao que parece, Zapatero. Dados Opina e Invymark.

by Pedro Magalhães

Popularidade Líderes Políticos Fevereiro 2008

Posted March 3rd, 2008 at 11:43 am4 Comments

A Marktest deixou, aparentemente, de trabalhar para a parceria DN/TSF, mas continua a conduzir o seu barómetro político, cujos resultados podem ser consultados aqui. Saiu também, entretanto, uma sondagem da Eurosondagem. A evolução da popularidade dos líderes dos dois principais partidos e do PR é apresentada nos gráficos seguintes (saldo % opiniões positivas-% opiniões negativas). As linhas são curvas de regressão local, à excepção de Menezes (insuficientes observações):




Nem tudo o que está aqui é congruente entre si (permanece a enorme discrepância entre Mkt e Euro no que respeita ao PM) ou com os resultados do último estudo do CESOP. As convergências são:
1. Cavaco paira sobre os líderes partidários;
2. Avaliação de Menezes degrada-se.

As dúvidas:
1. Avaliação de Sócrates maioritariamente positiva (Eurosondagem) ou negativa (CESOP, Marktest)?
2. Sócrates melhor (Eurosondagem, CESOP) ou pior (Marktest) avaliado que Menezes?
3. Sócrates estável ou recupera desde Outubro (Eurosondagem, CESOP) ou continua a declinar (Marktest)?

Note-se que os resultados do CESOP não são directamente comparáveis com os outros, porque no questionário se pede aos inquiridos que façam uma avaliação de 0 a 20 para os líderes, enquanto que os restantes perguntam se avaliam positiva ou negativamente a sua actuação.

by Pedro Magalhães