Pedro Magalhães

Margens de Erro

Presidenciais Brasil

Posted July 11th, 2006 at 10:44 am4 Comments

Enquanto estive fora saíram duas sondagens: Vox Populi e Datafolha (hoje, ao que parece, há resultados da Sensus). Os resultados são intrigantes: depois dos dados IBOPE, que colocavam Lula com resultados estratosféricos no âmbito da "crise" do PMDB, agora Lula volta a descer e Alckmin a subir. Particularmente interessantes são os quadros da Datafolha, que mostram que os eleitores do PMDB estão, na sua maioria, indecisos, mas que os decididos se dividem agora, quase equitativamente, entre Lula e Alckmin. Deverá estar aqui a chave da subida de Alckmin. Afinal, as coisas estão mais abertas para uma segunda volta do que se pensava.

by Pedro Magalhães

Popularidade líderes políticos Portugal

Posted July 10th, 2006 at 10:47 am4 Comments

Depois de uns dias sem posts, regresso com a análise habitual dos barómetros da Marktest e da Eurosondagem. O primeiro gráfico mostra a evolução dos índices de popularidade de José Sócrates, Marques Mendes, Cavaco Silva e (como ponto de comparação com o anterior) Jorge Sampaio de Março de 2005 a 23 de Junho de 2006 (último dia de trabalho de campo do último barómetro Marktest). A forma como o índice é calculado já foi explicada em posts anteriores, mas recordo que pode oscilar entre 0 (100% de opiniões negativas) e 100 (100% de opiniões positivas).


Como podem verificar, segundo a Marktest:

1. Cavaco continua a subir, aproximando-se dos valores de Sampaio no final do mandato;
2. Estabilidade para Sócrates e Mendes, com o primeiro a manter a vantagem que conquistou ao segundo a partir do fim de 2005. Último barómetro dá ligeira descida do primeiro e subida do segundo, mas é cedo para tirar conclusões. Estas flutuações já ocorreram em meses anteriores, tendo sido de seguida corrigidas, parecendo ser mais fruto de erro aleatório do que outra coisa qualquer. Veremos se o mesmo sucede no próximo mês (se bem que a realização deste tipo de inquéritos durante o Verão comporta os mais variados problemas, a começar pela qualidade das amostras).

O gráfico seguinte mostra a mesma análise para a Eurosondagem, desde Abril de 2005 a 4 de Julho de 2006 (último dia de trabalho de campo da última sondagem). Há semelhanças e diferenças em relação à Marktest. Semelhanças em relação a Cavaco, cuja subida constante desde a tomada de posse se confirma (apesar de total estabilidade de Junho para Julho). Diferenças no que respeita a Sócrates, que obtém resultados mais lisonjeiros aqui na Eurosondagem, nunca tendo estado a par com Marques Mendes e mostrando tendência de subida.

Politicamente, contudo, tudo igual: Cavaco ganhou rapidamente "pátina" presidencial; Sócrates mantém imagem mais positiva que negativa; líder da oposição ainda longe do PM. Tanto trabalho para tão poucas novidades...

by Pedro Magalhães

Brasil: PMDB sem candidato

Posted June 14th, 2006 at 11:28 am4 Comments

Ao longo dos últimos meses, tenho afixado aqui os resultados das sondagens de intenção de voto realizadas no Brasil após a confirmação da candidatura de Alckmin. Contudo, havia ainda algo por decidir: se o PMDB teria candidato. Confirma-se agora que não terá candidato, preferindo o partido repartir os despojos da previsível vitória de Lula.

Logo, revisitei as sondagens anteriores de modo a apresentar os resultados das respostas à pergunta sobre intenção de voto onde o cenário oferecido aos eleitores era aquele sem um candidato do PMDB. Nem todas ofereciam esse cenário, pelo que nem todos os resultados apresentados são comparáveis entre si. O que são comparáveis entre si estão assinalados a negrito.



Já toda a gente disse e repetiu que a ausência de um candidato para o PMDB - especialmente a ausência de Garotinho - iria favorecer Lula e aumentar a probabilidade de uma vitória à ª1 volta. Mas talvez valha agora a pena assinalar é que as intenções de voto em Lula estão a aumentar independentemente da presença ou ausência de um candidato do PMDB, especialmente porque a subida de Lula está associada a uma descida de Alckmin mesmo nos cenários de ausência de candidato PMDB (se excluirmos a sondagem IBPS de 3 de Maio, um claro outlier).

by Pedro Magalhães

Popularidade II

Posted June 12th, 2006 at 11:42 am4 Comments

Para facilitar a leitura, fica a evolução dos índices de popularidade nos dois barómetros (Marktest e Eurosondagem):

Marktest


Eurosondagem

Como vêem, tudo muito parecido, a não ser com Sócrates. A Marktest parece ser mais sensível a mudanças do que a Eurosondagem; a Marktest sugere que Sócrates está a descer desde Março, enquanto a Eurosondagem lhe dá sinais de recuperação recente.

by Pedro Magalhães

Popularidade líderes políticos Portugal

Posted June 12th, 2006 at 11:19 am4 Comments

Sondagem da Eurosondagem divulgada no Expresso neste Sábado. Cavaco sobe vertiginosamente seja qual for o indicador utilizado [% de opiniões positivas, saldo positivas-negativas, índice (2*positivo+ns-nr-indif)/2]. Resultados coincidem na tendência com os obtidos há dias pela Marktest.




Mendes sobe nas opiniões positivas, mas desce globalmente, devido a aumento muito acentuado das opiniões negativas. Resultados congruentes com os da Marktest.


Sócrates recupera depois de uma descida em Maio, seja qual for o indicador utilizado. Aqui as coisas não jogam com o Barómetro da Marktest, que sugere, na melhor da hipóteses, estagnação e, na pior, continuação de tendência de descida iniciada a partir de Março.


A seguir com atenção. Estes barómetros, apesar de terem sempre resultado em valores absolutos muito diferentes, tem sido quase perfeitamente congruentes nas tendências detectadas.

by Pedro Magalhães

Lidos no Canhoto

Posted June 12th, 2006 at 10:49 am4 Comments

Este post de Paulo Pedroso, com uma análise bi-dimensional (notoriedade e popularidade) dos rankings dos membros do governo medidos através do Barómetro Marktest.

Estes posts de Rui Pena Pires, sobre o tema do voto obrigatório, tema que já foi abordado em vários posts na blogosfera (por exemplo, este).

by Pedro Magalhães

Timor: sondagem

Posted June 9th, 2006 at 10:11 am4 Comments

Como complemento àquilo que escrevi aqui, assim como àquilo vamos lendo aqui, aqui ou aqui, talvez valha a pena olharmos para os resultados de uma das poucas sondagens realizadas em Timor-Leste [mantenho o inglês dos relatório original (.pdf), mas claro que as perguntas e opções de resposta foram feitas nas várias línguas originais]:

The Asia Foundation/Charney Research/AC Nielsen, Dezembro 2002, N=1114, aleatório, presencial

In what languages can you speak? (pergunta de resposta múltipla; soma das percentagens superior a 100%):
Tetum: 88%
Indonesian: 40%
Mambae: 17%
Makasa’e: 10%
Portuguese: 7%
Others with 5% or less: 27%

Apenas 7% dos inquiridos declaram saber falar português.


How concerned are you about corruption in the government: very concerned, somewhat concerned, not really concerned, or not at all concerned?
Very: 76%
Somewhat: 14%
Not concerned: 5%
DK/NA: 5%

90% dos inquiridos estavam, do final de 2002, "muito" ou "algo" preocupados com a corrupção no governo


People talk a lot in East Timor today about the Constitution. What does the Constitution mean for the country?
Source of law / basic law for citizens: 28%
Way of life / guidance on being citizens: 15%
Law and order: 8%
Rules for an independent country: 7%
Public and government participation: 4%
A good thing: 3%
Effort to develop rules / future law and order; 2%
Other: 1%
Unsure: 33%

1/3 da população não sabia dizer o que era a Constituição.


This year the Constitution was adopted as the highest law in East Timor. Did you feel there was genuine public participation when it was written, or not?
Yes: 45%
No: 41%
DK/NA: 15%

Mais de 40% acham que a Constituição foi aprovada sem participação pública. O sentimento era especialmente forte em Baucau e na região Leste do país, claro.


Nada acontece por acaso.

by Pedro Magalhães

Estancou a sangria?

Posted June 7th, 2006 at 10:22 am4 Comments

Há sinais de que a popularidade de Bush, no mínimo, parou de descer e, no máximo, estará a recuperar. O Political Arithmetik analisa os dados e aponta as posições de Bush sobre a imigração (apoiadas transversalmente pela população) como presumíveis responsáveis. Mas assinala também como esta recuperação está intimamente ligada a uma subida da popularidade de Bush entre os simpatizantes do Partido Republicano. A aproximação das eleições é certamente responsável por esta remobilização das bases.

by Pedro Magalhães

Sondagens Brasil

Posted June 5th, 2006 at 2:41 pm4 Comments

Duas novas sondagens, uma do IBOPE e outra da Vox Populi. Lula continua a subir à custa da indefinição no PMDB. Mas mesmo no cenário com Garotinho (na Vox Populi), Lula tem vitória à 1ª volta, e o cenário Pedro Simon usado no IBOPE é-lhe, claro, ainda mais favorável.

by Pedro Magalhães

Popularidade líderes políticos Portugal

Posted June 5th, 2006 at 10:13 am4 Comments

Com algum atraso, vamos aos dados do Barómetro Marktest (.pdf). O gráfico abaixo mostra a evolução dos resultados do Barómetro desde Março de 2005 no que respeita à percentagem de inquiridos que faz uma avaliação positiva da actuação de cada um dos líderes políticos. Sampaio permanece no gráfico para termos um ponto de comparação com Cavaco.

Usando toda a informação resultante do Barómetro Marktest - opiniões positivas, negativas e sem opinião - tenho usado um índice já explicado aqui. Os resultados não são muito diferentes, fazendo apenas com que as diferenças entre eles e o efeito da passagem do tempo se tornem menos expressivos:


Logo:

1. Cavaco começa aproximação ao habitual "olimpo" presidencial;
2. Sócrates, apesar da manter vantagem sobre Mendes, dá sinais de descida.

by Pedro Magalhães