Pedro Magalhães

Margens de Erro

Eurosondagem, 26 Fev-3 Mar, N= 1018, Tel.

Posted March 6th, 2009 at 1:27 am4 Comments

PS: 39,0% (40,3%)
PSD: 28,3% (29,1%)
BE: 10,4% (10,1%)
CDU: 9,6% (8,8%)
CDS-PP: 7,7% (6,9%)
OBN: 5,0% (4,8%)

Aqui.

by Pedro Magalhães

"Personalização"

Posted March 4th, 2009 at 10:17 am4 Comments

Os dados completos da última sondagem da Marktest já podem ser encontrados aqui. Há um gráfico que não mostro há muito tempo, o da popularidade dos líderes. Mostro de seguida os dados da Marktest (porque os da Eurosondagem, tal como apresentados no Expresso, estão sistematicamente incompletos de há meses para cá e o site da SIC é uma confusão pegada onde nunca se encontra nada). Cada valor corresponde ao saldo entre opiniões positivas e negativas, corrigido pela percentagem de não respostas.

Isto para dizer duas coisas. Primeiro, que a vida não está fácil para ninguém, Presidente incluído. Segundo, que concordando genericamente com o que a Marina diz sobre a "falta de novidade" da "personalização da política", isto (o "Movimento Sócrates 2009") é capaz de ser um bocadinho exagerado à luz daquilo que o "líder" parece ter para oferecer em valor eleitoral acrescentado.

by Pedro Magalhães

Outlier: o pluralismo da comunicação social.

Posted March 2nd, 2009 at 4:34 pm4 Comments

A Presidência acaba de anunciar o veto do decreto que aprova "a Lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social". Os argumentos ligam-se ao facto de a Comissão Europeia estar ainda a discutir os critérios desse pluralismo, a utilização de conceitos indeterminados como "instrumentos de aferição reconhecidos no meio", à possível necessidade de intervenção do Estado no sector e a necessidade de "consenso político alargado para a aprovação de regras objectivas, claras e transparentes".

Interessam-me especialmente o segundo e quarto argumentos. Discuti-os aqui, há umas semanas, no blogue da Sedes. Como ficará óbvio da leitura desse post, acho que o veto era uma necessidade absoluta. Ainda bem que ocorreu.

by Pedro Magalhães

Marktest, 17-22 Fevereiro, N=806, Tel.

Posted March 1st, 2009 at 3:36 pm4 Comments

PS: 38,2% (39,6%)
PSD: 28,8% (24,9%)
BE: 14,0% (10,1%)
CDU: 10,6% (11,9%)
CDS-PP: 4,1% (9,7%)

by Pedro Magalhães

Marktest, 20-23 Janeiro, N=809

Posted March 1st, 2009 at 3:04 am4 Comments

by Pedro Magalhães

Outlier: "Lá Fora", no Museu da Electricidade.

Posted February 25th, 2009 at 7:37 pm4 Comments

O que se passa, assim muito rapidamente, é que a exposição tem coisas (e não são poucas) realmente boas. Acaba a 15 de Março.

by Pedro Magalhães

O eleitorado português em 2005, 13

Posted February 25th, 2009 at 6:27 pm4 Comments

O eleitorado português em 2005, 12

Posted February 25th, 2009 at 5:06 pm4 Comments


Mais de um em cada quatro eleitores da CDU em 2005 encontravam-se filiados num sindicato. A "infraestrutura" reencontra-se, em parte, com a "superestrutura".

by Pedro Magalhães

O eleitorado português em 2005, 11

Posted February 25th, 2009 at 4:58 pm4 Comments


Com todas as cautelas sobre a fiabilidade dos dados sobre o rendimento do agregado familiar tal como recolhidas em inquéritos, é curiosa a ausência de relação entre, digamos assim, a "infraestrutura" e a "superestrutura", não sei se me faço entender.

by Pedro Magalhães

O eleitorado português em 2005, 10

Posted February 25th, 2009 at 4:46 pm4 Comments


As diferenças são pequenas. Mas é curioso que o eleitorado do PS tenha sido o único onde as mulheres estiveram em maioria, e que o eleitorado da CDU seja o mais "masculinizado"

by Pedro Magalhães