Pedro Magalhães

Margens de Erro

Tendências

Posted January 23rd, 2009 at 11:00 am4 Comments

Num comentário a um post anterior, diz-se que "normalmente sobem primeiro os partidos mais contestatários e mais perto das eleições é que os partidos com reais hipoteses de constituir uma alternativa de governo começam a subir. Foi assim com Durão Barroso quando subiu a 1º ministro."

Será? Não sei. Gostava de ver dados. A única coisa que tenho são dados sobre os três meses anteriores às eleições de 2002:

Aqui, sucedeu exactamente o contrário do que o leitor sugere. Em 2005 a hipótese também não se confirma. Mas os períodos são curtos . Tudo depende do que significa "mais perto".

by Pedro Magalhães

Comentários

Posted January 22nd, 2009 at 11:01 am4 Comments

Desde que abri a caixa há uns meses, ainda não rejeitei qualquer comentário. Até hoje. Só para ficar registado, não publicarei comentários com insultos dirigidos a outras pessoas (se forem insultos dirigidos a mim provavelmente até publico). Os restantes critérios decidirei à medida que for recebendo os comentários, porque aqui quem decide o que aparece sou eu e publico aquilo que muito bem me apetecer. Mas sempre que rejeitar algum aviso, para terem uma ideia da taxa de rejeição.

by Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: CDS

Posted January 21st, 2009 at 4:53 pm4 Comments


?

by Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: BE

Posted January 21st, 2009 at 4:39 pm4 Comments


A subir de há um ano para cá.

by Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: CDU

Posted January 21st, 2009 at 4:34 pm4 Comments


A subir.

by Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: PSD

Posted January 21st, 2009 at 3:19 pm4 Comments

O mesmo para o PSD:


Como já alguém assinalou num comentário, há simetria com as tendências do PS. Eurosondagem algo discrepante na fase final, mas o resto confere.

by Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: PS

Posted January 21st, 2009 at 2:19 pm4 Comments

Antes de ter grandes certezas sobre se os gráficos abaixo estão de facto a captar tendências reais, vale a pena ver o que se passa instituto a instituto. O gráfico abaixo analisa os resultados dos três institutos com mais sondagens desde Março de 2005, neste caso para as estimativas de resultados eleitorais do PS.

Tendo em conta a agitação habitual sobre as alegadas "discrepâncias" entre os resultados das sondagens, é curioso verificar que as tendências são relativamente congruentes entre estes três institutos. Só a Eurosondagem, na fase final, parece não estar a apanhar uma tendência clara de subida para o PS.

by Pedro Magalhães

Outlier: um pedido de ajuda aos latinistas

Posted January 21st, 2009 at 11:23 am4 Comments

Segundo Pacheco Pereira, um dos dez sinais do "situacionismo" nos dias de hoje é que "Manuela Ferreira Leite é atacada ad hominem na sua 'credibilidade'". Mas eu diria ad feminam, e não ad hominem. Que vos parece, ó latinistas?

P.S.- Suspeito que esta pergunta pode ser vista como sendo algo "situacionista".

by Pedro Magalhães

Posted January 20th, 2009 at 11:34 pm4 Comments


Foto: H. Darr Beiser, USA TODAY

by Pedro Magalhães

Intenções de voto: actualização

Posted January 20th, 2009 at 1:32 pm4 Comments

Alma caridosa - neste caso concreto, a de alguém que sabe mais de sondagens a dormir do que eu acordado - enviou-me os dados da Aximage desde 2005. São 27, excluindo aquelas em que apenas foram apresentados no Correio da Manhã intenções de voto brutas no PS e no PSD. Falta a estes dados, na maioria dos casos, uma distinção entre indecisos e "outros, brancos e nulos", o que dificulta as operações. Mas presumi que os OBN são 5%, o valor médio nas poucas sondagens da Aximage que apresentaram esses valores. A partir daqui, redistribuí da maneira habitual, etc.

Abaixo, a actualização do gráfico com os novos dados, usando o smoothing mais sensível e as linhas de referência discutidas no post abaixo. As diferenças são quase indetectáveis, como seria de prever.

by Pedro Magalhães