Pedro Magalhães

A popularidade de Sócrates

Eduardo Pitta comenta a peça do Público sobre a evolução da popularidade do PM, questionando-se sobre a fonte que os leva a dizer que Sócrates está em terreno negativo desde Maio de 2007.

Mesmo não tendo responsabilidades na peça, vamos ver se posso ajudar:

1. Os dados são da Marktest. Isso é mencionado no jornal. O gráfico do Público há-de ser muito parecido, por exemplo, com este que aqui publiquei, no que a Sócrates diz respeito, a não ser que me parece que o Público se limita a calcular o saldo “opiniões positivas” – “opiniões negativas”, e eu corrijo esse saldo pelas não respostas.

2. É também verdade aquilo que Eduardo Pitta afirma: nos estudos da Eurosondagem divulgados no Expresso, na RR e na SIC, Sócrates está em terreno positivo.

3. De notar, contudo, que a comparação entre os resultados de um e outro instituto é complicada pelo facto de a Eurosondagem ter uma opção adicional de resposta: “nem boa nem má”. Mas como venho mostrando aqui há muito tempo, isso não explica tudo. Os resultados da Eurosondagem para o PR exibem tendências muito semelhantes às da Marktest, mas não tanto no caso do PM. isto não é um juízo sobre quem “tem razão”. Não faço ideia. É uma constatação de facto.

4. Eduardo Pitta já não tem razão quando diz que “a afirmação dos jornalistas contradiz todas — repito: todas — as sondagens encomendadas e divulgadas até hoje pelo próprio Público, pelo DN, pelo Correio da Manhã, pelo JN, pelo Expresso, pela RTP, pela SIC, pela TVI, pela Rádio Renascença, pela TSF, pela Visão, pela Sábado, etc.”

4.1 Nas sondagens do CESOP/Católica, onde os líderes políticos são avaliados de outra forma – numa escala de 0 a 20 – Sócrates está, há algum tempo, em terreno negativo no que respeita à avaliação média dos eleitores (abaixo de 10 pontos). Em Janeiro de 2007, essa avaliação média era de 10,2 pontos. Em Maio de 2007, ainda 10,1. Mas em Outubro de 2007 já estava em 8,9, em Fevereiro de 2008 era de 9,3, em Julho de 2008 era 8,5, em Outubro de 2008 era 8,4, e em Dezembro passado 8,8. Logo, apesar dos indicadores serem diferentes, os resultados do CESOP (JN, RTP e Antena 1) são congruentes com os da Marktest, quer no momento da queda (após Maio de 2007) quer na ideia de uma recuperação ligeira após Outubro de 2008.

4.2 Os resultados do CESOP/Católica têm exibido bastantes semelhanças com os da Aximage, que usa o mesmo método: nota média de 0 a 20.Não tenho recolhido a série completa, mas para infirmar aquilo que Eduardo Pitta diz sobre as “outras sondagens” basta dizer que, em Dezembro passado, por exemplo, a média das avaliações de Sócrates na sondagem Aximage era 8,8 (tal como na sondagem da Católica).

5. Nada disto impede que a maioria dos eleitores tenha mais confiança em Sócrates como PM do que qualquer outro líder partidário, um dado que Eduardo Pitta também menciona e que é muito importante. Mas isso é outra questão.

6 Comments

  1. Anonymous says:

    Porque é que os dados das sondagens sobre a confiança dos eleitores em Sócrates para PM são consideradas “válidas” e as outras não?

  2. Diogo says:

    Porque é que os eleitores não deveriam ter confiança no maior corrupto do país?

    And Now for Something Completely Different:

    Monty Python – A mais extraordinária aula de educação sexual já leccionada num secundário

    Os criadores e intérpretes britânicos da série cómica Monty Python’s Flying Circus oferecem-nos neste sketch do filme “The Meaning of Life” [O Sentido da Vida], uma aula de educação sexual inesquecível:

    Professor: Bom, sexo. Sexo, sexo, sexo. Onde ficámos na última aula? Bem, já tinha chegado à parte em que o pénis entra na vagina?

    Os alunos após alguma hesitação: Não senhor.

    Professor: Já dei os preliminares?

    Os alunos após alguma hesitação: Sim senhor.

    Professor: Já que todos sabem tudo sobre preliminares, podem dizer-me qual o propósito dos preliminares. Higgs?

    Aluno Higgs, [após grande hesitação]: Não sei. Desculpe.

    Professor: Carter?

    Aluno Carter: Era tirar a roupa?

    Professor: E depois disso? O propósito dos preliminares é causar a lubrificação da vagina, para que o pénis possa penetrar mais facilmente. E, obviamente, causar a erecção e rigidez do pénis. Bom, dei os sucos vaginais na semana passada?

    Professor: Presta atenção Wadsworth! Sei que é sexta-feira. Posso decidir fazer um teste este período.

    Ouve-se um burburinho de desagrado entre os alunos.

    Professor: Ouçam com atenção. Dei ou não dei os sucos vaginais? Digam-me dois modos de os fazer fluir, Watson?

    Aluno Watson: Esfregando o clitóris?

    Professor: … Que mal tem um beijo? Porque não começar a excitá-la com um beijo? Não tens de saltar directamente para o clitóris como uma besta. Dá-lhe um beijo!

    Um Aluno: Chupar o mamilo?

    Professor: Sim, bem, pode ser…

    Outro Aluno: Acariciar as coxas?

    Professor: Sim. Acho que sim…

    Um terceiro Aluno: Morder o pescoço.

    Professor: Sim, bem. Mordiscar a orelha, massajar o traseiro e por aí adiante. Temos todas estas possibilidades antes de atacar o clitóris.

    E a lição sexual continua num crescendo de humor até atingir um clímax inesperado…

    VÍDEO legendado em português

  3. Sócrates vencerá, provavelmente com maioria absoluta, as próximas eleições graças aos seus dotes de comunicação e não à sua competência politica.

  4. Quais dotes de comunicação?
    Não confundamos a pouca qualidade da audiência com o mérito do orador…

  5. Ritinha says:

    “os seus dotes de comunicação” não podem deixar de ser considerados dos melhores, depois de ouvidos todos os aldrabões-de-feira.

    Apesar de tudo não me conseguiria vender um carro usado.

    Não que ele não me convencesse.
    O problema é que já me sacou previamente todo o dinheiro e formas honestas de o ganhar.

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.