Pedro Magalhães

"Indecisos"

Na sondagem do CESOP-UCatólica da semana passada, 19% dos inquiridos (234, após ponderação pós-amostral) recusaram a ideia de se irem certamente abster mas disseram não saber em quem tencionam votar no dia 27. Algumas coisas sobre esses “indecisos”:

Não sabe se vai votar: 24%
Em princípio vai votar: 30%
De certeza que vai votar: 46%

Homens: 36%
Mulheres: 64%

18-24 anos: 11%
25-34 anos: 24%
35-44 anos: 16%
45-54 anos: 17%
55-64 anos: 15%
65+ anos: 17%

Menos que secundário: 60%
Secundário completo: 26%
Superior: 13%

Não têm simpatia por qualquer partido: 45%
Simpatia pelo PS: 20%
Simpatia pelo PSD: 18%
Simpatia pelo BE: 6%
Simpatia pela CDU/PCP:3%
Simpatia pelo CDS-PP:3%
Ns/Nr: 6%

Sem posição no eixo esquerda-direita: 18%
Posição média no eixo esquerda-direita dos que têm posição: 4,9 numa escala de 0 (esquerda) a 10 (direita)

Avaliação média Louçã: 9,8
Avaliação média Jerónimo: 8,6
Avaliação média Sócrates: 7,7
Avaliação média MFL: 8,4
Avaliação média Portas: 7,8

Tirem as vossas conclusões.

5 Comments

  1. Qual foi a % dos inquiridos que declarou que se iria abster?

  2. O relatório pode ser descarregado.

  3. Mário says:

    Caro Pedro,
    O que me parece mais interessante nestes dados todos é o facto da MFL ter uma avaliação média superior à do Sócrates, ao passo que nos indíces de popularidade das sondagens é geralmente o contrário. Será que isso quer dizer que ela terá uma (pequena) vantagem nos indecisos?

  4. Sim, tb. me parece uma das coisas mais assinlaáveis. Para além do facto de serem poucos os que dizem ter a certeza que vão votar e serem predominantemente mulheres. Interpretar é mais difícil: talvez por avaliarem JS de forma tão negativa é que estão, precisamente, indecisos.

  5. Mário says:

    Caro Pedro, na realidade foi tb essa a minha interpretação. Isto pode querer dizer que os eleitores do PS estão mais ou menos seguros, e os indecisos poderão incluir muitos ex-votanates PS, mas que agora não sabem em quem votar, e já decidiram que no PS é que não votam. Isso tb bate certo com a análise que faço do que vejo à minha volta: muita revolta contra o governo e este 1ºministro.
    No fundo, esses tais indecisos ex-PS, agora irão votar ou PSD ou BE. Se votarem mais PSD, este ganha; se votarem mais BE, o PS ganha. Para mim, isto será a “chave” do vencedor das próximas eleições.

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.