Pedro Magalhães

Intercampus, 24-26 Março, N=805, Tel

PSD: 42,2%
PS: 32,8%
CDS-PP: 8,7%
BE: 7,9%
CDU: 7,1%

Aqui.

P.S.- Um leitor estranha que a comparação na notícia seja feita não com a última sondagem da Intercampus, mas sim com uma sondagem anterior. Creio que isso decorre do facto de a última sondagem da Intercampus, de Janeiro, utilizar entrevistas presenciais em vez de inquérito telefónico. Mas façamos então a comparação com sondagem mais recente da Intercampus (Janeiro):

PSD: +5,4 (tinha 36,8%)
PS: +2,0 (tinha 30,8%)
CDS-PP: +2,9 (tinha 5,8%)
BE: +0,6 (tinha 7,3%)
CDU: = (tinha 7,1%)

Como é? Todos sobem (e um mantém)? Uma pista possível é que, na sondagem anterior, a Intercampus registou 9,1% de votos brancos e nulos e 3,1% para outros partidos.

8 Comments

  1. É PROVÁVEl

    tal como a vitória dos verdes terá consequências económicas e energéticas na europa

    também a vitória do PSD trará as suas consequências quiçá menos gravosas que a permanência deste

    é uma questão de fé nas multidões

    só falta fazer sondages políticas via internet

    tendo em conta os falsários que aqui andam é capaz de não resultar

  2. Augusto says:

    hà algo de estranho na analise desta sondagem.

    A Intercampus realizou uma sondagem entre 16 e 19 de Janeiro deste ano.

    E em vez de comparar os resultados desta sondagem com os de Janeiro, vai compará-los com uma anterior de Dezembro.

    Não entendo de todo o critério, e quando o Marcelo falava tanto em rigor de analises desta empresa, há qualquer coisa que não bate certo.

  3. António P. says:

    Boa tarde Pedro Magalhães,
    Sendo um leigo na matéria o seu blogue ajuda-me a superar essa ignirância.
    A ficha técnica da Intercampus de 24-26 Março leio que a taxa de resposta foi de 47,0%. Significa isso que 53% das pessoas não responderam ?
    Obrigado

  4. Significa que as entrevistas que foram feitas representam 47% de um total composto pelas seguintes parcelas:

    1. Entrevistas feitas
    2. Entrevistas parciais
    3. Pessoas que recusaram responder
    4. Casos em que se apurou que residia no domicílio um inquirido elegível mas com o qual não foi possível estabelecer contacto para realizar a entrevista.

  5. Augusto says:

    Se houve na anterior sondagem votos brancos e nulos, nesta parece que não existem….muito estranho.

    Tambem não leio em parte alguma, a percentagem de abstencionistas, e serão muitos certamente.

    Por ultimo estes pulos, PSD DEZ 41, Jan 36, Mar 42

    O PSD parece a montanha russa, será que em Abril terá com 35%?

  6. quer dizer que o medo joga uma parte muy grande nestas reviravoltas

    a incerteza é grande

    a falta de confiança é maior

    logo…as sondagens
    talvez sejam pouco credíveis nas semanas que aí vêm

  7. Para relativizar a crise: “Os próximos milhares de milhões de anos”, por António Ribeiro, hoje na Reitoria da UL

    o filho do Orlando Ribeiro e a tectónica de placas presumo…

    o bigodinho branco estremecendo em pulsos de relativização geológica

  8. isto anda paradito

    nem uma sondagem sobre quantos vão emigrar até Junho?

    aqui 2% vão para o Canadá
    (50% dos quais luso-canadianos sem dupla-nacionalidade)

    5% para o Brasil (3% destes residentes há mais de 11 anos)

    1% talvez para ?

    75% ficam no mesmo lugar

    o resto vai para o fundo de desemprego

    e tudo isto em Abril

    se chegarmos a Junho com alguém para votar

    já é uma sorte

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.