Pedro Magalhães

Marktest, 20-23 Janeiro, N=809

PS: 39,6%
PSD: 24,9%
CDU: 11,9%
BE: 10,1%
CDS-PP: 9,7%

O título no Semanário Económico – “José Sócrates está mais longe da maioria absoluta” – é um caso interessante. A jornalista esperaria perdas em relação à última sondagem, devido ao caso Freeport. Mas o trabalho de campo acabou a 23, pelo que não poderia reflectir claramente quaisquer efeitos do caso. Logo, uma perda de 0,5 pontos percentuais em relação a Novembro passado, que normalmente significaria “estabilidade”, passa a significar “José Sócrates está mais longe da maioria absoluta”.

2 Comments

  1. anauel says:

    Absolutamente vergonhoso, é o que é.

  2. tric says:

    mais vergonhoso ainda é quando os jornalistas e comentadores ao analisarem sondagens, dizem barbaridades deste tipo

    – se as eleições fossem hoje, o partido X obteria 40 % parido Y obteria 30 % bla blablabla

    e o pior, não sei de quem é a culpa, é que esta ideia esta enraizada em muitas cabecinhas!!

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.