Pedro Magalhães

Partido a partido, instituto a instituto: PS

Antes de ter grandes certezas sobre se os gráficos abaixo estão de facto a captar tendências reais, vale a pena ver o que se passa instituto a instituto. O gráfico abaixo analisa os resultados dos três institutos com mais sondagens desde Março de 2005, neste caso para as estimativas de resultados eleitorais do PS.

Tendo em conta a agitação habitual sobre as alegadas “discrepâncias” entre os resultados das sondagens, é curioso verificar que as tendências são relativamente congruentes entre estes três institutos. Só a Eurosondagem, na fase final, parece não estar a apanhar uma tendência clara de subida para o PS.

No Comments Yet

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.