offer swiss eta movement rolex replica.

the unique contribution well worth grow to be the conveniences cheap replica uhren.

how many sex doll are many annually?

Pedro Magalhães

Plus ça change…

1. Entre 53% e 63% dos franceses (dependendo da formulação da pergunta) aprovam a actuação de (ou têm confiança em) Sarkozy em face da violência urbana (BVA, 10 Novemebro, em .pdf; IFOP, 13 de Novembro, aqui e aqui; IPSOS, 16 de Novembro, aqui);

2. 61% dos franceses declaram que, caso Sarkozy se apresente às eleições presidenciais, votarão certamente (19%) ou possivelmente (42%) nele, mantendo-o acima de qualquer outro candidato potencial (IPSOS, aqui);

3. As soluções mais apontadas pelos franceses para resolver a “crise dos banlieus” a médio prazo consistem em “dar mais meios para a educação” (47%), “assegurar uma melhor mixité social(como traduzir?) (45%) e “desenvolver policiamento de proximidade” (40%) – CSA, 8 Novembro, aqui.

P.S. – Os resultados descritos nos pontos 1 e 2 ganham novo sentido se lidos à luz de uma crónica, onde (para variar em relação a um seu recente registo jornalístico mais, digamos, engagé) Rui Ramos faz uma interessante análise da “alta política” por detrás da violência urbana em França.

No Comments Yet

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.