Pedro Magalhães

SEDES 2

Resta talvez dizer que o indicador “confiança nas instituições”, especialmente no Governo e no Parlamento, se encontra altamente “contaminado”/”determinado”, a nível individual por percepções do estado da economia ou do desempenho do governo, e a nível agregado pelo crescimento económico. Pelo que as diferenças mais interessantes são as que se detectam entre países – relativamente estáveis – do que entre períodos temporais num mesmo país – muito afectadas pela conjuntura. Há grande controvérsia sobre a existência de tendências “seculares” de diminuição ou crescimento da confiança nas instituições.

No Comments Yet

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.