Pedro Magalhães

Madeira: rescaldo boca das urnas


E amanhã fala-se de França, apesar de já todos terem percebido que quase não há história para contar.